Último trimestre do ano promete ser o mais aquecido para o mercado imobiliário

0
216

Prefeitura de Curitiba emitiu 85 novos alvarás de construção na cidade, o que deve garantir uma série de novos lançamentos ainda neste ano

De acordo com um levantamento exclusivo feito pela agência Brain Inteligência Estratégica a pedido da Confraria Imobiliária de Curitiba, a prefeitura da capital emitiu 85 alvarás de construção para novos empreendimentos imobiliários desde o início do semestre. “Não dá para garantir que todos virão a mercado ainda em 2023, mas já são pré-anúncios de construção, tapumes espalhados pela cidade. Ou seja, os prédios vão sair”, explica Guilherme Werner, sócio consultor da Brain.

É comum que mudanças de cidade aconteçam no início do ano, mas as pessoas começam a procurar imóveis no final do ano anterior, por uma questão de planejamento. Por isso, tradicionalmente os lançamentos das incorporadoras são programados para o segundo semestre. “Pela minha experiência, entendo que a partir de agosto as pessoas se preparam muito mais para trocar de casa, visto que esse é um desejo baseado no planejamento”, argumenta Carlos Eduardo Canto, presidente da Confraria Imobiliária de Curitiba, profissional com 46 anos de atuação no mercado imobiliário.

Oferta e procura em alta

A procura pelo imóvel ideal tem movimentado as imobiliárias da cidade. Fernando Thá, proprietário da imobiliária TDI, conta que com a grande quantidade de empreendimentos disponíveis no mercado, o consumidor está sabendo negociar. “São muitos imóveis ofertados e por isso a decisão do cliente está mais demorada, pois ele quer procurar e ver o melhor negócio para ele. Mas, isso demonstra um mercado aquecido e que deve ficar mais atraente ainda”, comenta.

Waldir Chinasso, proprietário da Imóveis de Primeira, conta que o foco da imobiliária é nos lançamentos e que as vendas não param. “Posso dizer que o começo de semestre está muito bom, já tendo ultrapassado o mesmo período do ano passado em volume geral de vendas”, afirma.

Segundo ele, o consumidor da imobiliária procura por diferenciação e, se encontrar o imóvel ideal, certamente vai fazer negócio. “Temos uma verdadeira universidade de vendas e com isso conseguimos formar os melhores corretores. Só assim, com profissionais bem treinados para oferecer o que o cliente deseja, é que se faz bons negócios em um mercado extremamente competitivo”, completa Chinasso.

Investimento seguro

Sócio-diretor da SYM Imóveis, Cristiano Viana lembra que investir em imóveis sempre traz segurança para o comprador, independente do momento vivido pelo mercado financeiro. “Historicamente, o segundo semestre sempre foi o de maior volume de vendas e poder de compra do mercado imobiliário. E este ano não está sendo diferente, visto que existe uma programação de lançamentos extensa e eu acredito que o volume será relativamente alto. Por outro lado, vivemos um momento de juros ainda altos, então entendo que o imóvel traz segurança para o investidor”, explica.
É a mesma linha de pensamento do proprietário da 7 Imóveis, Rafael Camargo. Profissional com mais de 15 anos de experiência no mercado imobiliário, ele entende que o primeiro semestre gerou desconfiança no investidor, mas a tendência é esse cenário mudar daqui até o final do ano. “Um ano pós-eleição costuma ser de retração, mas no segundo semestre as empresas pagam bonificações aos funcionários e com mais dinheiro circulando a expectativa é de vendas em alta. Agosto foi um mês bom para nós e estamos com perspectivas muito altas para o último quadrimestre do ano”, conta.

Para não deixar dúvidas, o presidente da Confraria Imobiliária de Curitiba cita uma velha máxima do mercado imobiliário. “Os imóveis sempre foram uma garantia de ganhos a médio e longo prazo para proteger os recursos do investidor em qualquer situação econômica que se encontre o país. Portanto, nunca vai deixar de existir uma demanda por imóveis, visto que historicamente eles são um dos investimentos mais estáveis do mercado”, finaliza Carlos Eduardo Canto.

Deixar um compentário

Please enter your comment!
Please enter your name here