Inclusão de Libras no contexto educacional ainda é desafio

0
170

Escola paranaense aplica projeto para promover a educação inclusiva e a empatia

A Escola Atuação envolve 12 turmas e um total de 140 estudantes no projeto de Libras (Língua Brasileira de Sinais), ‘A arte de incluir’. Essa ação tem como foco desenvolver habilidades básicas de comunicação em Libras nas crianças e promover a empatia em relação às pessoas surdas.

A inclusão no contexto educacional ainda é um desafio, mas de acordo com a psicopedagoga e diretora do Atuação, Esther Cristina Pereira, é preciso promover um espaço acolhedor e transformador. “A escola e a família são a base na vida das crianças, e precisamos lembrar que o ambiente escolar é o começo do convívio em sociedade dos pequenos. É com essa compreensão que desenvolvemos o projeto e começamos a aplicar ele no contraturno”, relata.

As atividades consistem em diversas interações, como, por exemplo, quebra-cabeça com sinais de Libras, vocabulários temáticos, exercícios de expressão facial e corporal, recursos como canções e vídeos, entre outros. Ao final de cada aula, as crianças interagem entre si para poderem exercitar o que aprenderam durante a aula, “é muito importante ter essa inclusão, e estou gostando muito de aprender a linguagem de sinais, porque assim posso conversar com as pessoas que são surdas”, conta a estudante Mariana Frizon.

Segundo a diretora o projeto iniciou em agosto, com previsão de ser finalizado em outubro deste ano, tendo como principal estratégia a de ensinar brincando, mas com responsabilidade, consciência e afeto.

Deixar um compentário

Please enter your comment!
Please enter your name here