LANÇAMENTO: SEM PAI NEM MÃE

0
1326
Claudia Giudice Foto: Sérgio Zális Livro Nem Pai Nem Mãe Máquina De Livros

Diário de luto e amor após perder meus pais para o câncer em seis meses

Encarar a morte de um ente querido é inevitavelmente algo doloroso. Imagina duas? A dor é exponencialmente maior quando essas duas pessoas são os seus pais e as perdas acontecem em um curto intervalo de tempo, em meio à pandemia da Covid-19. Esse relato íntimo e emocionante está no livro Sem pai nem mãe (Máquina de Livros), da escritora e jornalista Claudia Giudice, que será lançado em São Paulo no dia 5 de outubro, na Livraria da Travessa do Shopping Villa Lobos.

Claudia Giudice descobriu simultaneamente que os pais estavam com cânceres em estágio terminal. Ela transformou esse luto antecipado em um diário, escrito quase em tempo real, que trata das urgências, mas também dos momentos de felicidade entre a perda de seu pai, Paulo, e de sua mãe, Marina, num intervalo de apenas seis meses. Com relatos que vão do primeiro susto ao último suspiro, passando pelos momentos mais íntimos em casa, no hospital, nas trocas de mensagens com amigos, nos próprios pensamentos, Claudia nos leva, generosamente, por cada passo de uma jornada dura, sensível, cheia de afeto, luta pela vida e aprendizado da aceitação da morte.

Segundo Claudia, Sem pai nem mãe nasceu de seu hábito, quase vício, de  escrever sempre que algo lhe aflige ou dói muito.

– Escrever é um jeito de colocar para fora o medo, os fantasmas, a preocupação, o sofrer. Em geral, funciona. Dessa vez, serviu de conforto no princípio. Mas as dores, a angústia e a aflição foram maiores que o verbo. Calei. Depois que meus pais morreram, fiquei 11 meses de silêncio. Precisei de cuidados e muita terapia para voltar ao assunto – conta a autora que depois da morte de Paulo e Marina se mudou para Arembepe, na Bahia, onde atualmente mora de frente para o mar em sua pousada: – Decidi voltar à escrita porque percebi havia uma grande falta de informação sobre essa solidão.

Disponível também no formato e-book em mais de 20 plataformas digitais, Sem pai nem mãe é uma narrativa arrebatadora, que transporta o leitor a um lugar ao mesmo tempo inimaginável e absolutamente familiar. Como afirma na apresentação Cynthia de Almeida, jornalista e cocriadora do projeto Vamos Falar Sobre o Luto?, o livro é “o tempo todo, uma linda história de amor. Que se agiganta perto do fim. E não acaba nunca”.

SOBRE A AUTORA:

Claudia Giudice é mãe do Chico, filha da Marina e do Paulo. Paulistana, é autora do livro “A vida sem crachá” (Ediouro/Happer Collins, 2015) e coautora de “Arembepe, aldeia do mundo” (Máquina de Livros, 2022). Graduada em Jornalismo pela PUC-SP, mestre em Jornalismo Comparado pela ECA-USP, trabalhou como jornalista por 30 anos. Atualmente, é empresária e sócia-proprietária da pousada A Capela, em Arembepe, na Bahia.FICHA TÉCNICA

Título: Sem pai nem mãe – Diário de luto e amor após perder meus pais para o câncer em seis meses

Autora: Claudia Giudice

Editora: Máquina de Livros

Preço: R$ 58 (impresso) e R$ 39 (e-book)

Páginas: 176

Deixar um compentário

Please enter your comment!
Please enter your name here