Mulheres são mais acometidas pela tendinite no quadril

0
425

Dr. Marco Aurélio Silvério Neves explica o que é a tendinite no quadril, suas causas e tratamento

A tendinite no quadril, também chamada de síndrome da grande trocânter, é uma patologia em que ocorre a inflamação dos tendões dos músculos dos glúteos, interferindo na região lateral do quadril, resultando em dores crônicas que, muitas vezes, irradia para a lateral da coxa até o joelho.

O Dr. Marco Aurélio Silvério Neves, ortopedista e traumatologista especializado em cirurgia de quadril e joelho, explica que este problema afeta mais mulheres porque a anatomia da pelve feminina é diferente da masculina. Dessa forma, as mulheres têm uma predisposição a desenvolver inflamação nos tendões do quadril muito pelos esforços excessivos e repetitivos, posições viciosas que vão além da capacidade que o tendão pode suportar.

Outra causa dessas inflamações no quadril é a perda muscular localizada na musculatura do glúteo, que pode acontecer ao abandonar a regularidade nas atividades físicas, perda significativa e rápida de peso e por alterações hormonais relacionadas à menopausa.

Mas o especialista alerta que indivíduos que realizam esforço físico intenso como, por exemplo, correr em subida, esforço de repetição ou que não alongam a musculatura antes de algum exercício, podem também sofrer com as fortes dores. Assim como é comum inclusive em atletas que utilizam em excesso os tendões localizados nessa região, causando inflamação e dor ao caminhar, que irradia para a perna, ou ainda dificuldade para mexer uma ou as duas pernas.

O principal sintoma em pacientes com tendinite no quadril é a dor, já que a inflamação tendinosa provoca uma maior dificuldade de se mover pela constante pressão do peso do corpo sobre os tendões, limitando os movimentos. Além desse, há o aumento da sensibilidade na lateral do quadril, dor para deitar de lado, dificuldade para subir escadas ou levantar de uma cadeira ou sofá. Essa dor pode piorar bastante com o toque e a palpação na lateral do quadril, sendo bem localizada.

A boa notícia é que, via de regra, os casos de tendinite no quadril não são cirurgicos. Normalmente o tratamento clínico inclui repouso, aplicação de gelo, uso de analgésicos e anti-inflamatórios, mas a fisioterapia tanto para aliviar a dor como para o fortalecimento e reequilíbrio muscular é essencial.

O tempo de recuperação varia de paciente para paciente, podendo durar de 3 semanas a 8 meses, dependendo do grau da inflamação, idade, tipo de atividade exercida e qual o tendão foi acometido.

“O importante é identificar a causa da lesão para buscar o tratamento mais adequado a cada paciente e a cada grau de lesão e, a partir daí, tomar as orientações médicas necessárias de prevenção para que a inflamação não volte”, ressalta Dr. Marco Aurélio.

A dor sempre é um sinal de alerta e quando aparece é necessário buscar ajuda de um ortopedista. Apenas o especialista poderá avaliar o grau de lesão, pois tão importante quanto tratar a dor é identificar sua causa para indicar o tratamento mais adequado para cada paciente, indicando orientações médicas necessárias de prevenção para que a inflamação não volte, permitindo uma melhor qualidade de vida.

Sobre Dr. Marco Aurélio S. Neves (www.drmarcoaurelio.com.br)

Dr Marco Aurélio S. Neves, ortopedista e traumatologista, especializado em próteses de quadril e joelho.

Pioneiro no Brasil em técnicas avançadas para realização de cirurgias de prótese de quadril e de joelho. Conta com especialização em Ortopedia e Traumatologia (2001) e em Cirurgia do Quadril e do Joelho (2002 e 2003), pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HC – FMUSP).

O grande diferencial do médico são as bases tecnológicas aplicadas na prótese de joelho, o uso de guias customizadas feitas sob medida para cada paciente, por meio de impressão 3D, aumenta a precisão da cirurgia, otimizando os resultados. E na cirurgia de prótese de quadril, pioneiro na utilização da via anterior é a única que possibilita o método verdadeiramente não invasivo (AMIS), preservando músculos e tendões.

A realidade aumentada e a robótica para diminuir a agressão da cirurgia e permitir uma recuperação mais rápida também já são uma realidade. Um dos pioneiros no Brasil em técnicas avançadas para realização de cirurgias de prótese de quadril e de joelho.

Especializações em centros de referência em cirurgia ortopédica do mundo, entre eles: Presbyterian Hospital Plano (Texas, Estados Unidos, 2004), Hospital Jan Palfij (Gent, Bélgica, 2006), Clinic Dr. Decker (Munique, Alemanha, 2006), The Steadman Clinic (Vail, Estados Unidos, 2009), South West London Orthopaedic Center (Inglaterra, 2013), Le Centre Médico Chirurgical Paris V (Paris, França, 2015).

Para mais informações: www.drmarcoaurelio.com.br

Instagram: @drmarcoaurelio.ortopedia

Linkedin: marco-aurelio-silverio-neves

Deixar um compentário

Please enter your comment!
Please enter your name here